índiceitem superior

item anteriorpróximo item

 

Parte III: Corpo rígido sob a ação de torques magnéticos.

 

1)      Este exemplo mostra uma aplicação onde é utilizada a geração de torques magnéticos. A matriz de inércia é diagonal, com elementos iguais a 10, 15 e 20, atitude inicial nula e velocidade angular de 1 rotação a cada 10 s no eixo z. Uma bobina magnética é alinhada ao eixo z com dipolo de 1 Am2. Para evidenciar o efeito do torque gerado, o campo magnético terrestre é considerado supostamente igual a B = (0,5; 0; 0,86) T. O chaveamento da bobina é adotado como sendo 1 no instante t = 20 s. Os resultados podem ser vistos nas Figuras B-19 e B-20, onde evidencia-se um movimento de precessão superposto a uma pequena nutação.

 

 

Fig. B-19 – Variação do momento angular do corpo sob a ação de torques magnéticos.

 

Fig. B-20 – Velocidades angulares de um corpo sujeito a torques magnéticos.